Crônica: Diálogo com o amigo da vida perfeita

Sofia Hermoso

Olá, Facebook! Estou pensando em várias coisas no momento. Entre elas, em como as coisas são mais fáceis por aqui. Esse mundo virtual que finge retratar a vida das pessoas é bem decepcionante, sabe. Como seria lindo se a vida fosse realmente como uma Linha do Tempo daqui! Mas uma Timeline do Twitter não, por favor, lá as pessoas reclamam até demais, exageram em tudo.

E o Instagram então? Não se ofenda, mas, se eu fosse uma rede social, seria o Instagram, tão perfeito com aquelas fotos maravilhosas, mesmo as tristes ou reflexivas ganham um glamour com os mais variados filtros disponíveis. Às vezes tudo o que eu queria era colocar um desses filtros na vida real para mudar algum detalhe da cena presenciada – que sempre poderia ser melhor do que foi – mas quando essa vontade de controlar tudo passa, percebo que não teria graça ou espontaneidade.

Você não cansa de tanta gente querendo mostrar para o mundo como sua vida é perfeita? Pior ainda, como você se sente em relação aos discursos de ódio vomitados a todo momento nos comentários? Eu sei que você dá voz a muita gente do bem e possibilita a transmissão de informações que não chegariam até nós de outra forma, e fico bem feliz com essas novas oportunidades geradas através de você.

Até te admiro bastante, Facebook, por possibilitar que todos sejam ouvidos/lidos, mas me dá um mal-estar tão grande ao ver os comentários de alguns portais de notícias! É perturbador saber que as pessoas são tão intolerantes e selvagens, porque só consigo definir como selvageria o que acontece nessas páginas.

keyboard-597007_1920

A vida é muito mais do que uma autoafirmação temporária. (Créditos: Pixabay)

Eu sei que não é sua culpa e também não quero ser hipócrita. Já me envolvi com algumas discussões por aí e a questão da vida aparentemente perfeita me incomoda bastante, mas acredito que todos, alguma vez, já postaram coisas que não condiziam com a realidade.

Sabe aquela foto em que eu estava rindo, que postei esses dias? No fundo não tinha riso algum. Minha semana estava sendo péssima e era um daqueles dias em que tudo o que eu queria era voltar para a minha cidade, com minha família, ou apenas voltar a ter 10 anos e passar o dia assistindo Sessão da Tarde e Malhação. Você me pergunta por que eu postei a foto? Sinceramente, não sei. Acho que por impulso, por hábito de tirar uma foto e, se achar que está boa, compartilhar nas redes sociais. Ou talvez por negação, por pensar que se as pessoas achassem que eu estava feliz, tudo ficaria bem. Pelo menos exteriormente, aos olhos dos outros.

É triste essa situação em que nos colocamos, de fingir que tudo está maravilhoso para você, Facebook, enquanto a vida lá fora desmorona. Acredito que quando conseguirmos aceitar que nem tudo são flores, que os dias ruins estão aí para nos ensinar alguma coisa e que nada vai mudar só porque as pessoas pensam que nossa vida é perfeita, os momentos compartilhados passarão a ser mais verdadeiros. E porque isso importa? Por nada, talvez.

Todos podemos continuar postando tudo o que bem entendermos. Ou podemos nos aliar a você para o enfrentamento da realidade, seja da vida pessoal ou do resto do mundo. O importante é que essa máscara da vida perfeita não prejudique a vida real – essa mesmo, cheia de problemas, obstáculos e sem filtros. Essa que a gente compartilha com quem importa de verdade e que significa muito mais do que um botão “curtir/descurtir”.

Obrigada pelo desabafo, agora preciso voltar à minha vida nada perfeita vida, até mais! Mas antes, preciso dizer que acabaram de compartilhar aqui a famosa frase do Fernando Pessoa: “o poeta é um fingidor”. Se me permite, eu diria mais: diria que todos nós somos.

Anúncios

Uma resposta para “Crônica: Diálogo com o amigo da vida perfeita

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s