Ajuste Fiscal: entenda o que é e qual seu impacto

“Com dificuldades para manter a estabilidade econômica do país, o Governo vem adotando medidas que têm gerado grande insatisfação na população brasileira.”

Daniel Bianchi Sakimoto

Ajuste fiscal: solução ou problema?

Ajuste fiscal: solução ou problema? (Foto: Morgue File)

Nos últimos anos, a economia brasileira tem passado por diversas dificuldades que, apesar de parecerem distantes da realidade do cidadão, acabam recaindo em brasileiros de todas as classes, fato comprovado pela insatisfação geral da população com o governo.

O ajuste fiscal está sendo aplicado de forma drástica e rápida visando a diminuição do déficit até 2016, para que entre 2017 e 2018 a economia volte a crescer. Com superávit projetado em 0,15%, previsões cada vez menores para o PIB, dívidas externas e desvalorização crescente da moeda, o governo brasileiro tenta se recuperar e arrumar as contas públicas através de cortes de despesas do estado e o aumento da arrecadação (através de impostos e outras diversas receitas), no processo de Ajuste Fiscal.

Da mesma forma que a recessão causa insatisfação popular, o Ajuste Fiscal também não é bem aceito pela população, uma vez que estão entre as medidas do ajuste cortes na saúde e na educação, aumento da conta de luz, aumento da burocracia para se conseguir auxílios (como seguro desemprego, por exemplo) e o aumento de diversos impostos de diversos setores da economia.

Para Julio Manuel Pires, Professor Doutor do Departamento de Economia da  Universidade de São Paulo (USP), o ajuste fiscal é inevitável, mas o ritmo imposto e a velocidade com que se busca atingir as metas é impactante demais. “Em um ambiente recessivo, cortar gastos de maneira drástica acaba acentuando ainda mais a desaceleração econômica e o aumento da arrecadação de impostos sofre resistência tanto da população quanto do congresso, fazendo com que o governo arrecade menos do que o esperado. Dessa forma, o ajuste fiscal feito de forma radical e às pressas só piora a economia.”, afirma Julio, que completa dizendo que o governo deveria estender a meta do ajuste de dois para quatro anos.

Os cortes do governo vêm se concentrado principalmente nos setores sociais, como em auxílios e nos ministérios das Cidades, Saúde e Educação, ao invés de serem cortados os custos da máquina pública – tal como os benefícios e altos salários de cargos públicos. O governo não põe em pratica estes cortes, uma vez que, já tendo dificuldades em aprovar medidas agora, com a aplicação destes se tornaria impossível aprovar qualquer medida. Desta forma, só resta ao governo cortar gastos com a população.

Anúncios

Uma resposta para “Ajuste Fiscal: entenda o que é e qual seu impacto

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s