Primeiro duelo de robôs gigantes ocorrerá em 2016

Duelo inspirado em animes marca início de nova era na robótica

Luiz Guilherme Hass

Dizer que os robôs estão fazendo parte do cotidiano humano não é nenhuma novidade. Eles dirigem carros, atendem telefones e até jogam pingue-pongue. Mas falar em robôs gigantes e, que duelam entre si, isso sim é uma grande novidade, pelo menos na vida real. A ideia lembra coisa de filme ou anime. Como não se lembrar dos robôs de “Gigantes de Aço” e “Transformers”, verdadeiras máquinas de destruição? Ou dos Megazords de Power Rangers, que marcaram a infância de muita gente? O duelo de “monstrengos” será entre os robôs americano MegaBot Mark II e o japonês Kuratas Mecha.

Kuratas Mecha foi o primeiro robô gigante desenvolvido no mundo. Criado em 2012, pela indústria japonesa de robôs Suidobashi Heavy Industry, ele tem aproximadamente 4m de altura e 4500kg. Pode ser controlado externamente via controle remoto ou por um tripulante sentado em um cockpit no seu interior. Sua locomoção é através de quatro rodas, podendo chegar a 10km/h.  O grandalhão é equipado para soltar fogos de artifício e atirar garrafas d´água, além de ter o movimento de pinça para agarrar objetos.

 MegaBot Mark II é o primeiro robô gigante americano é pilotável internamente. Produzido pela empresa MegaBot USA, através do site de financiamento coletivo Kickstarter, o robô tem semelhanças com o Kuratas, porém com algumas mudanças. Ele é bípede e se desloca através de uma esteira. Tem capacidade de disparar com um canhão em altíssima velocidade.

(Duelo de "titãs" promete muita rivalidade. Créditos: Jason Torchinsky.)

                  (Duelo de “titãs” promete muita rivalidade. Créditos: Jason Torchinsky.)

A construção robótica é um ramo que ganha cada vez mais espaço nos investimentos em tecnologia, um exemplo disso é popularização dos drones. No Brasil, o desenvolvimento no campo é visível, existem torneios de robótica entre estudantes de vários níveis. Porém não existe nenhum robô gigante sendo desenvolvido. O Prof.Dr. Leonardo Viana, da Universidade Federal do Alagoas fala sobre o tema: “O Brasil tem tecnologia para construir estes robôs de combate, mas simplesmente são muito caros… Quem sabe não aparece um patrocinador que queira construir um robô para participar do torneio.”

O duelo ainda não tem data marcada, mas deve acontecer em junho de 2016. O tempo é destinado para os ajustes para o combate e serem definidas as regras. O que só se via em filmes agora será realidade. E você, vai torcer para quem, Kuratas Mecha ou MegaBot Mark II?

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s