No Dia Mundial do Sorriso, dentistas voluntários fazem triagem em crianças e adolescentes

A Turma do Bem está em Bauru há 10 anos e já ajudou mais de 450 pacientes entre 9 e 17 anos com tratamentos dentários gratuitos

Juliana Oba

Nesta terça-feira, dia 28, Dia Mundial do Sorriso, ocorreu em Bauru um mutirão que possibilitou às crianças e aos adolescentes de baixa renda um tratamento dentário gratuito. Uma triagem foi feita das 8h às 13h na rua Sete de Setembro, no estacionamento do Centro Espírita Amor e Caridade, onde foram avaliados, em média, 400 crianças e adolescentes.

2015-04-28 10.54.06 (1)

Pedro Clemente de 9 anos passou pela triagem e teve orientações de como escovar os dentes corretamente. (Foto: Juliana Oba)

Depois da triagem, aqueles com problemas graves e que necessitem de acompanhamento, serão apadrinhados por um dentista e receberão um tratamento inteiramente gratuito em uma clínica particular até os 18 anos. “É um trabalho bacana porque ele não é preventivo, ele é curativo, então vai chegar naquele adolescente que realmente está com o problema instalado e que não tem condições financeiras de ir ao dentista” explica a voluntária e coordenadora do projeto em Bauru, Magali Arantes.

Este megamutirão que aconteceu em 277 cidades de dez países e estimou atender 55 mil jovens, foi realizado pela Turma do Bem, uma ONG que visa atender pessoas dos 11 aos 17 anos com graves problemas bucais. E a ideia surgiu com o dentista Fábio Bibancos, em São Paulo que, junto a 15 colegas começaram a atender gratuitamente alguns casos em seus consultórios. Hoje são mais de 15 mil voluntários no Brasil, em toda a América Latina e Portugal.

Em Bauru, a Turma do Bem é composta por 94 dentistas voluntários e desde 2005, 450 crianças e adolescentes já foram beneficiados. “A gente quer impactar e mostrar que existe um problema grave de saúde bucal na população de Bauru” comenta Magali.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Devido aos altos preços cobrados por dentistas particulares e a precariedade do atendimento em rede pública, muitas pessoas deixam de procurar um dentista, o que é indispensável para a saúde da boca, além dos cuidados que se deve ter diariamente.

Amanda de Souza Cruz levou seus três filhos para fazer a triagem e acredita que o problema de sua filha, que precisa de aparelho dentário, poderá ser resolvido. “Eu vim pela necessidade de ver se há algum problema. É muito importante ter a triagem, porque aqui o acesso é mais rápido”, comenta.

O trabalho da Turma do Bem vem sendo essencial para a população de Bauru, já que o principal problema enfrentado pelos moradores são a falta de dentistas nos postos de saúde públicos. “Nos postos você tem que dormir na fila, são dez números para um bairro inteiro. Então no posto está impossível achar dentista”, observa Amanda.

O inspetor de qualidade Eduardo Clemente de Souza, levou à triagem, seu filho de 9 anos, que há tempos não ia ao dentista. “É muito importante, principalmente pra quem não tem condição. Se não for dessa forma, não consegue colocar ele em um tratamento adequado” desabafa Eduardo.

A FOB, Faculdade de Odontologia de Bauru, também realiza tratamentos gratuitos, sendo cobrado apenas o material no caso de prótese e aparelho ortodôntico, segundo a Assistente Social, Leucy Oliveira. A inscrição é realizada no Setor de Triagem da FOB na Al. Octávio Pinheiro Brisola, 9-75, de segunda e sexta-feira das 8h às 11h e das 14h às 17h. O tratamento é oferecido à pessoas de qualquer idade.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s