Obama declara que Venezuela é ameaça à segurança dos Estados Unidos

Em decreto, presidente anunciou sanções a cidadãos venezuelanos

Heloísa Scognamiglio

No último dia nove de março, o presidente americano, Barack Obama, assinou um decreto no qual afirma que a situação da Venezuela é uma ameaça à segurança nacional dos Estados Unidos. No decreto presidencial, o líder citou a presença significativa de corrupção pública no país administrado por Nicolás Maduro e mostrou preocupação com o modo como o governo lida com os opositores políticos, restringindo a liberdade de expressão e fazendo uso de violência.

A classificação de “ameaça à segurança nacional” permite que Obama aplique sanções a outros países além das já aprovadas pelo Congresso. Em relação à Venezuela, foram anunciadas sanções que atingem sete membros do governo de Maduro e que consistem no bloqueio dos bens em território americano e na suspensão dos vistos. Segundo comunicado do porta-voz da Casa Branca, Josh Earnest, autoridades que desrespeitam os direitos humanos “não são bem-vindas” nos Estados Unidos.

Estados Unidos declara que Venezuela é ameaça à segurança americana - Imagem1 - Cópia

Em decreto, Obama declarou situação de “emergência nacional” pelo “risco extraordinário” que a Venezuela representa (Créditos: Saul Loeb/AFP)

As sanções são ampliações de medidas que já eram impostas à Venezuela desde dezembro e, juntamente com o anúncio delas, Washington também pediu a libertação dos líderes opositores Leopoldo López, Daniel Ceballos e Antonio Ledezma. Além disso, o decreto também autoriza a imposição de mais sanções contra os que cometerem violações de direitos humanos na Venezuela.

Na visão de Cleber Batalha Franklin, doutor em Relações Internacionais e Desenvolvimento Regional pela Universidade de Brasília, a Venezuela não representa ameaça a ninguém e o decreto só visa servir aos interesses estadunidenses. “Os Estados Unidos possuem muitos interesses no país. [O decreto] é pura Geopolítica”, declara.

Reação

Horas depois de publicadas as declarações e sanções, o governo venezuelano convocou o encarregado de negócios com os Estados Unidos para consultas imediatas, como escreveu a chanceler Delcy Rodríguez, na rede social Twitter. Além disso, Maduro pediu à Assembleia Nacional a chamada Lei Habilitante, que possibilita que ele governe por decreto, justificando a medida como uma forma de defender a pátria de uma ameaça estrangeira. A lei foi aprovada e ele obteve a autorização para governar por decreto até dezembro.

Já a União das Nações Sul-Americanas (Unasul) aprovou uma resolução pedindo a revogação do decreto dos Estados Unidos, durante uma reunião extraordinária do bloco, defendendo a prática de alternativas de diálogo com o governo venezuelano.

Estados Unidos declara que Venezuela é ameaça à segurança americana - Imagem2 - Cópia

Nicolás Maduro, presidente da Venezuela, acredita que Barack Obama quer derrubar seu governo para controlar o país (Créditos: AFP)

Tensão

Nas últimas semanas, a relação entre os dois países tem ficado mais tensa. Nicolás Maduro acusa os Estados Unidos de tentarem desestabilizar o seu governo e chegou a exigir que a embaixada americana de Caracas diminuísse a quantidade de funcionários de cem para dezessete, mesmo número que seu governo mantém em Washington. Ele ainda sustenta que a crise política do país é consequência de uma tentativa de golpe do governo americano.

A Doutrina Monroe – criada em 1823, buscava a libertação dos países latinos americanos em relação às potências europeias. Tal doutrina ocasionou a hegemonia estadunidense no continente americano. Cleber Batalha Franklin afirma que a relação dos Estados Unidos e da Venezuela vem sofrendo uma deterioração constante, o que, surpreendentemente, é do interesse dos dois países. “No caso venezuelano, pela utilização do grande inimigo, justificando os erros como ‘obra do Tio Sam’. No caso americano, para pressionar um governo que, aparentemente, busca um maior grau de independência, trazendo a lembrança de que a Doutrina Monroe ainda está válida”, explica.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s