Em semana de clássico entre Palmeiras e Santos, Armeration comemora 5 anos

Na ocasião, o alviverde saiu atrás do placar, empatou com direito a dança e saiu vencedor na partida terminada em 4 a 3

Renan Dercoles

No dia 14 de março de 2010, aconteceu uma das únicas alegrias da pífia temporada para o palmeirense: a vitória sobre o Santos na Vila Belmiro pelo campeonato paulista. O time conseguiu apenas um 11º lugar no Paulistão e um 10º no Brasileirão.

Fatídico momento daquela tarde: O Armeration (Foto: Gazeta press)

Fatídico momento daquela tarde: O Armeration (Foto: Gazeta press)

O elenco estava rachado após a decepcionante campanha de 2009. São Marcos era o goleiro e jogaria sua última boa temporada, o craque era Cleiton Xavier que depois de disputar 7 rodadas do Brasileiro, foi para a Ucrânia e Diego Souza, outro personagem na época não sobreviveu ao Paulistão; o Santos tinha um grande time com Arouca e o trio, PH Ganso, Neymar e Robinho. O craque, hoje do Barcelona, ainda seria expulso na partida.

Neymar, Robinho e André comemoram primeiro gol do jogo (Foto: Gazeta press)

Neymar, Robinho e André comemoram segundo gol do jogo (Foto: Gazeta press)

Cleiton Xavier estava no elenco do Palmeiras mas não estava inscrito no Paulistão. Arouca, que hoje é um dos grandes nomes do Alviverde, e Robinho (sem confundir com o palmeirense), que vem em grande fase, conseguindo até vaga na seleção de Dunga, são os nomes que estavam em campo há cinco anos e dessa vez se enfrentarão nessa Quarta.

A partida na Vila Belmiro começou com um Santos massacrando o Palmeiras, o time conseguiu abrir vantagem de 2 a 0 logo aos 30 minutos, com gols de Pará e Neymar o time comemorava com dancinhas como era normal e até ganhando certa fama na época. Aos 39 minutos, Diego Souza sofreu falta na lateral direita e o Palmeiras achou o primeiro gol com Robert após cobrança de Cleiton Xavier, não demorou muito e Robert fez mais um após cruzamento de Armero, o atacante se encontrou no lateral e junto de Diego Souza e Ewerthon fizeram a dança que está nas memórias dos palmeirenses até hoje.

Toda a ginga do colombiano Armero

Na volta para o segundo tempo, o Palmeiras parecia empolgado e conseguiu a virada com Diego Souza após bate e rebate em outra cobrança de Cleiton Xavier, como era normal com o time fraco que tinha, o Palmeiras começou a se segurar e parou de atacar, Madson aproveitou bobeira da zaga e empatou a partida aos 35 do segundo tempo, após o gol ele achou que seria o novo Viola e resolveu comemorar imitando um porco. Os tempos são outros e a fila já está bem longe, porém, o time alviverde parece ter se ligado e voltou para a partida, após falha na saída de bola do Santos, Robert roubou a bola e num petardo de fora da área marcou seu terceiro e decretou a vitória do Palmeiras, 4 a 3 com gosto muito amargo para o Santos.

Artilheiro da noite, Robert fez um Hat-trick no time de Neymar, Ganso e Robinho (Foto: Gazeta press)

Artilheiro da noite, Robert fez um Hat-trick no time de Neymar, Ganso e Robinho (Foto: Gazeta press)

Hoje os times voltam a se enfrentar e a história é muito diferente, o Palmeiras vem com seu melhor elenco em incontáveis anos e com um espirito que não se via há muito tempo. O Santos sofre com grande crise financeira e acabou de demitir seu técnico após desentendimentos com a diretoria, além de não ter um time que chegue perto ao de 2010. Os palmeirenses esperam um mesmo resultado, e eu acho que eles não ligariam de sofrer de novo como naquela partida se houver a oportunidade de sentir o mesmo gosto após o apito final.

Agora no Palmeiras, o ex-santista Arouca jogará seu primeiro jogo contra o Santos após sua saída (Foto: César Greco)

Agora no Palmeiras, o ex-santista Arouca jogará seu primeiro jogo contra o Santos após sua saída (Foto: César Greco)

Ficha Técnica (2010)

Santos 3 x 4 Palmeiras

Local: Estádio da Vila Belmiro, Santos
Árbitro: Antonio Rogério Batista do Prado
Renda: R$ 543.935,00
Público: 11.452 pagantes
Cartões amarelos: Pará, Robinho e Madson (Santos); Edinho, Diego Souza, Eduardo e Marcos (Palmeiras)
Cartões vermelhos: Neymar (Santos); Léo (Palmeiras)
Gols: Pará 9’/1T, Neymar 30’/1T e Mádson 35’/2T (Santos); Robert 41’/1T, 43’/1T e 42’/2T, e Diego Souza 11’/2T (Palmeiras)

Santos

Felipe; Wesley (Madson), Edu Dracena, Durval e Pará; Arouca, Marquinhos (Maranhão) e Paulo Henrique; Robinho, André (Zé Eduardo) e Neymar.
Técnico: Dorival Júnior.

Palmeiras

Marcos; Eduardo (Márcio Araújo), Danilo, Léo e Armero; Pierre, Edinho (Ivo), Cleiton Xavier e Diego Souza; Éwerthon (Lincoln) e Robert.

Técnico: Antônio Carlos.

Relacionados para o jogo de hoje:

Santos

Vanderlei e Vladimir; David Braz, Gustavo Henrique e Werley; Cicinho, Victor Ferraz e Zeca; Lucas Otávio, Renato e Valencia; Elano e Lucas Lima; Gabriel, Geuvânio, Ricardo Oliveira, Robinho e Thiago Ribeiro

Palmeiras

Fernando Prass e Jailson; Lucas, Zé Roberto e João Paulo; Vitor Hugo, Victor Ramos e Tobio; Gabriel, Arouca e Renato; Robinho e Allione; Gabriel Jesus, Leandro Pereira, Maikon Leite, Cristaldo e Dudu

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s