PROCON faz levantamento sobre variação de preços de brinquedos em Bauru

 Pesquisa aponta diferença de até 100,38% do mesmo produto em lojas diferentes

Matteus Corti

Um levantamento realizado pelo Núcleo Regional de Bauru da Fundação PROCON-SP comparou 129 itens, como bicicletas, bonecas, jogos e massas de modelar em oito estabelecimentos comerciais de Bauru. Segundo a assessora técnica do PROCON, Cristina Martinussi, a pesquisa foi feita de forma aleatória nas cinco regiões da capital, considerando empresas que trabalham no varejo. “A participação das lojas nessa pesquisa é uma liberdade, não existe obrigatoriedade”, afirma.

A loja de brinquedos Ri Happy foi a que obteve o menor percentual de número de itens por estabelecimento com preços menores ou iguais aos preços médios obtidos. (Créditos: Divulgação)

A loja de brinquedos Ri Happy foi a que obteve o menor percentual de número de itens por estabelecimento com preços menores ou iguais aos preços médios obtidos. (Créditos: Fernando Moraes)

De acordo com os dados, o “Caminhão Super Disparo”, da Mattel, foi o brinquedo com maior variação de preço, com 100,38%. O preço mínimo encontrado do produto foi de R$ 49,40 e o máximo foi de R$ 99,99. O segundo produto com maior variação foi o “Jogo Pinote”, da Estrela, com preço mínimo de R$ 29,99 e máximo de R$ 54,99. A variação foi de 83,36%.

Além de informar sobre a variação dos preços nas lojas, o edital da pesquisa do PROCON trouxe três tópicos de orientações básicas ao consumidor. A Fundação aconselha que os clientes pesquisem os preços em diversos estabelecimentos antes de efetuar a compra, considerem a faixa etária da criança para que o brinquedo estimule a socialização e a criatividade e ainda pede para que eles se atentem quanto à segurança do produto.

Para Martinussi, o consumidor nunca deve deixar de fazer uma criteriosa pesquisa de preços levando em conta preço e qualidade. “Também deve verificar se, na embalagem, constam as seguintes informações, em língua portuguesa: selo do Inmetro e faixa etária a que se destina o brinquedo.  E, ainda, comprar de acordo com seu poder aquisitivo para não se endividar”, completa.

A pesquisa completa realizada pelo Núcleo Regional de Bauru da Fundação PROCON-SP pode ser acessada aqui.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s