Brasil joga bem e tira a invencibilidade dos Estados Unidos no Mundial de Vôlei Feminino

Com a vitória, a seleção se classificou em primeiro lugar no grupo F e é a única equipe invicta no torneio

Bruna Moura

Brasil e Estados Unidos se enfrentaram na tarde de ontem, dia 5, disputando a liderança do grupo F. O Brasil venceu o jogo por 3 a 0 e se classificou em primeiro lugar. A única vantagem da liderança no grupo é evitar um confronto já na próxima fase contra o líder do grupo E, no caso, as italianas, donas da casa. A Itália venceu a China por 3 a 1. Agora, somente o Brasil continua invicto na competição, com 9 vitorias em 9 jogos.

A terceira fase é formada por dois grupos com três times em cada. O sorteio acontece hoje e os jogos começam na próxima quarta-feira. Duas seleções de cada grupo se classificam para a semifinal. A terceira fase será realizada em Milão.

Reservas mostraram serviço 

Era um dos jogos mais esperados da competição, mas por estarem classificados, os dois treinadores pouparam suas seleções: Estados Unidos e Brasil entraram com o time reserva. Jaqueline nem foi escalada para o jogo. O time brasileiro entrou em quadra com Tandara, Natália, Gabi, Carol, Adenizia e a única titular, Camila Brait.

Tandara, que vem entrado bem em todos os jogos, mostrou que pode também começar jogando: melhor atleta da partida com 21 pontos. (Foto: Divulgação/FIVB)

Tandara, que vem entrado bem em todos os jogos, mostrou que pode também começar jogando: melhor atleta da partida com 21 pontos. (Foto: Divulgação/FIVB)

O jogo começou disputado, mas logo o Brasil abriu vantagem, principalmente com Gabi, que virava todas as bolas. Com Fabíola, em uma bola de segunda, o time comçou na frente no primeiro tempo técnico: 8 a 5. A equipe dos Estados Unidos manteve seu padrão de jogo com bolas bem distribuídas e velozes. Com sete pontos seguidos, elas viraram o placar: 13 a 11. O bloqueio brasileiro começou a crescer no jogo e a nossa seleção passou à frente: 23 a 22. Tandara marcou o último ponto do Brasil no set: 25 a 23.

O segundo set começou equilibrado. Hidelbrand era a principal atacante da equipe adversaria. O bloqueio e o saque brasileiro fizeram a diferença e, em um saque de Tandara, a seleção chegou a 18 a 13. O bloqueio estadunidense parou as brasileiras duas vezes e as americanas encostaram: 21 a 20. Aparecendo mais no segundo set, Adenizia bloqueou para fazer 2×0 Brasil. Parcial: 25 a 22.

As americanas voltaram melhor para o terceiro set, abrindo 9 a 6. Com Natália e uma largada de segunda de Carol, o time chegou ao empate: 9 a 9. Tandara marcou o ponto da virada e os outros dois seguidos: 13 a 9. Percebendo o bom momento de sua oposta, Fabíola abusou dos levantamentos para Tandara e o Brasil chegou a 18 a 16. As norte-americanas pressionaram a seleção brasileira e diminuíram a diferença para um ponto: 21 a 20. A seleção fechou a partida de novo com Adenizia: 25 a 21. Final: Brasil 3 x 0 Estados Unidos.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s