Daniel Filho libera duas horas de imagens de seu novo filme

 O renomado diretor resolveu utilizar a internet como plataforma alternativa de divulgação

Yuri Ferreira

Nos dias últimos dias 6 e 7 de setembro, o público brasileiro teve uma oportunidade única: sentir-se, de certa forma, parte de uma produção cinematográfica. Insatisfeito com a constante perda de espaço e péssima recepção que os filmes brasileiros vêm recebendo, o renomado diretor Daniel Filho resolveu liberar, na internet e por cerca de duas horas, acesso às imagens de seu novo filme, “Obra-Prima”.

A novidade trazida pelo diretor tem como objetivo aproximar o público da produção e fazer com que esta ganhe mais visibilidade. Daniel também acredita que as clássicas formas de divulgação e exibição de filmes – os trailers e as sessões de cinema – estão obsoletas e que é necessário buscar e implementar outras formas de distribuição.

A atriz Susana Vieira divulgou, em sua conta pessoal no Instagram, uma foto da primeira leitura do roteiro com o elenco e o diretor. (Reprodução Instagram)

A atriz Susana Vieira divulgou, em sua conta pessoal do Instagram, uma foto da primeira leitura do roteiro com o elenco e o diretor. (Foto: Reprodução/Instagram/Susana Vieira)

Inspirado pelo filme sérvio “Death of a Man in the Balkans”, de Miroslav Momcilovic, o diretor utilizou a técnica de gravação one-take, que consiste numa única filmagem de um único ângulo. A produção, investimento próprio de Filho, contou com a colaboração de atores como Lázaro Ramos, Susana Vieira, Deborah Secco, Marcos Caruso e Juliano Cazarré, que tiveram apenas uma semana de ensaio e não foram remunerados pelo trabalho.

Conexão alternativa

Com o surgimento da internet, as distâncias ficaram mais curtas e o contato mais fácil. Hoje, alguém que se encontra na cidade de São Paulo pode se comunicar com facilidade e rapidez com outra pessoa que reside em Tóquio, por exemplo. Tal conexão permite que haja um intercâmbio cultural, comportamental e ideológico, em que todos podem expor suas experiências, pensamentos e, eventualmente, atingir pessoas que se identifiquem com os mesmos.

Visto isso, é natural que empresas, marcas e artistas também pensem dessa forma e tenham passado a utilizar a internet como uma plataforma de divulgação e distribuição de seus produtos. Algumas redes sociais conseguem, inclusive, filtrar as preferências de um perfil como consumidor e fazer aparecer em sua página principal propagandas e anúncios correspondentes.

Assim, diversos cantores e bandas passaram a liberar online as suas músicas, sendo elas, às vezes, gratuitas. Recentemente, a banda irlandesa U2, em parceria com a loja virtual iTunes, lançou o CD “Songs of Innocence” de forma gratuita, que surgiu automaticamente nas bibliotecas musicais dos usuários. Empresas das mais variadas áreas também migraram para o mundo digital com a esperança e garantia de que, com a ajuda da internet, pudessem expandir seus negócios e alcançar um público maior.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s