Projeto “Operação Maomé” realiza atividades em instituições de Bauru

Com o intuito de incentivar a leitura e levar entretenimento às crianças, o projeto é uma parceria entre a Secretaria Municipal de Cultura e a Profis

 Caroline Mazzer

O projeto “Operação Maomé” foi lançado na terça-feira, dia 2 de julho, na sede da Profis (Sociedade de Promoção Social do Fissurado Lábio Palatal). O local é na rua Silvio Marchione, número 3-20, na Vila Nova Cidade Universitária, em frente ao Centrinho da USP. Através do projeto, a Profis recebe a equipe da Operação Maomé às quartas feiras e aos sábados para dar continuidade às atividades na brinquedoteca.

A  entidade Profis conta com o apoio da Unesp na obtenção de recursos. (Créditos: Profis/Facebook)

A entidade Profis conta com o apoio da Unesp na obtenção de recursos. (Créditos: Profis/Facebook)

Estiveram presentes no evento Regina Valentim, presidente da Profis, e Rose Barrenhas, a representante da Secretaria Municipal de Cultura – responsável pelo projeto. Segundo elas, através de brincadeiras e contação de histórias, o projeto pretende incentivar tanto a leitura e a escrita, quanto a imaginação das crianças atendidas na entidade. Além disso, elas explicam que o nome do projeto decorreu de uma brincadeira com um velho ditado popular: “Se Maomé não vai mais à biblioteca, ela vai até Maomé”.

Já a biblioteca funciona todos os dias, com a disponibilidade de livros e revistas. Somado às atividades voltadas para as crianças, também planejou-se um trabalho com os pacientes adultos atendidos pela entidade, com oficinas de customização de roupas. A Profis conta ainda com o apoio da Unesp, que através da docente Ana Bia Andrade e da designer Drika Valério, auxilia a entidade na obtenção de recursos.

O projeto visa a leitura, a escrita e a imaginação das crianças. (Créditos :Rádio Auri-verde)

O projeto visa a leitura, a escrita e a imaginação das crianças. (Créditos: Rádio Auri-verde)

O projeto, que é coordenado pela psicóloga Rosângela Barrenha, conta também com a ajuda de diversos colaboradores e voluntários que estão sendo recrutados. Qualquer pessoa que goste de leitura, teatro, contação de histórias ou que tenha outro talento e deseje participar, pode se voluntariar entrando em contato com a entidade.

Após a Profis, o projeto Operação Maomé também vai levar a proposta de qualidade de vida e incentivo à leitura para outras instituições e locais. Entre esses locais estão listadas a Associação Regional Flor de Liz, a Associação Elo Solidário, o Projeto Caná (Ferradura Mirim) e a Associação de Moradores do Núcleo Geisel.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s