Suárez estreia na Copa fazendo dois gols e Uruguai vence a Inglaterra

Colômbia vence a Costa do Marfim e se classifica para as oitavas; Japão e Grécia ficam no empate sem gols

Bruna Moura

A invasão sul-americana continua! Nos jogos de Colômbia e Uruguai, ambas as seleções pareciam jogar em casa. Em Brasília, os “Cafeteros” venceram a Costa do Marfim e se classificaram para as oitavas. O Uruguai venceu a Inglaterra e voltou a brigar pela classificação. Já Japão e Grécia ficaram no 0x0.

Dancinhas e classificação

Colômbia e Costa do Marfim se enfrentaram no Estádio Nacional de Brasília brigando pela liderança do grupo C. Dessa vez não foi só a torcida colombiana que chamou a atenção antes da bola rolar: o marfinense Die Serey caiu em lágrimas durante a execução do hino de seu país, emocionado em poder defender a Costa do Marfim em uma Copa do Mundo.

Quinteiro marca o segundo e leva torcida que lotou Brasília à loucura. (Foto: AFP/UOL)

Quinteiro marca o segundo e leva torcida que lotou Brasília à loucura. (Foto: AFP/UOL)

Mais uma vez, o técnico Sabri Lamouchi deixou Drogba no banco de reservas, junto com Kalou. Com a maioria da torcida a seu favor, a Colômbia foi melhor no jogo. Mas o placar só saiu do 0x0 na segunda etapa. Aos 19’ minutos em cobrança de escanteio de Cuadrado, James Rodrígues marcou para a Colômbia. E aos 25’, em uma bola roubada no meio campo, Quintero fez o segundo, levando a torcida amarela e o estádio á loucura. Gervinho ainda marcou um golaço para a seleção marfinense. As entradas de Drogba e Kalou não adiantaram: o placar terminou em 2×1 para Colômbia.

A vitória colombiana e o empate entre Japão e Grécia garantiram a classificação da “Cafetera”. Já a Costa do Marfim, para se classificar, pode até empatar contra a Grécia no próximo jogo, isso se a Colômbia vencer ou empatar com o Japão.

Recuperação de Suárez e da Celeste

No final de maio, o principal jogador da seleção uruguaia, Luis Suárez, foi diagnosticado com uma lesão no joelho e por pouco não ficou fora da Copa. Em um mês ele se recuperou e hoje estreou contra a Inglaterra. Assim, a seleção Celeste só precisou de um jogo e um jogador para se recuperar.

Luis Suárez mostrou que a cirurgia no joelho é passado, e comandou a vitória uruguaia. (Foto: Reuters/globoesporte.com)

Luis Suárez mostrou que a cirurgia no joelho é passado e comandou a vitória uruguaia. (Foto: Reuters/globoesporte.com)

Eram duas seleções campeãs mundiais brigando pela classificação. Após a derrota para a Costa Rica, o Uruguai mexeu em sua equipe e o técnico Oscar Tabarez promoveu as entradas de Lodeiro e Álvaro González, além de Luisito. Já a Inglaterra manteve o mesmo time, só recuando Rooney.

O primeiro tempo foi de jogo disputado, com chances para as duas equipes, mas quem abriu o placar foi o Uruguai. Em contra-ataque, Lodeiro tocou para Cavani, que cruzou na cabeça de Suárez, fazendo Uruguai 1×0 Inglaterra.

No começo do segundo tempo, o Uruguai era melhor e perdeu várias chances de gol. A seleção inglesa melhorou no jogo e, após a Celeste recuar, Rooney empatou após cruzamento de Glen Johnson. Esse foi o primeiro gol do inglês em Copas do Mundo.

Uruguaios comemoram com Suárez o gol da vitória. (Foto: Reuters/globoesporte.com)

Uruguaios comemoram com Suárez o gol da vitória. (Foto: Reuters/globoesporte.com)

Após o gol tomado, a Celeste acordou. Aos 39’, após bola desviada por Gerrard, Suárez ficou com a sobra na direita e como o goleador que é, mandou para as redes, fazendo o mar azul presente na Arena Corinthians vibrar e a seleção uruguaia respirar aliviada. Final Uruguai 2×1 Inglaterra.

A Inglaterra agora enfrenta a Costa Rica e o Uruguai a Itália em jogos simultâneos no dia 24.

 Japão e Grécia não saem do 0x0

Sacos plásticos são usados para a festa e depois para a limpeza do estádio pelos japoneses. (Foto: Chandy Teixeira/globoesporte.com)

Sacos plásticos são usados para a festa e depois para a limpeza do estádio pelos japoneses. (Foto: Chandy Teixeira/globoesporte.com)

Japão e Grécia se enfrentaram buscando a primeira vitória na Copa.  O Japão, que até agora não conseguiu demonstrar o mesmo futebol da Copa das Confederações e das eliminatórias, começou melhor o jogo. E a coisa ficou ainda melhor quando o zagueiro grego Katsouranis foi expulso aos 37’ do primeiro tempo.

Katsouranis foi expulso ainda no primeiro tempo., mas nem assim a partisa saiu do 0 a 0. (Foto: Reuters/globoesporte.com)

Katsouranis foi expulso ainda no primeiro tempo., mas nem assim a partida saiu do 0x0. (Foto: Reuters/globoesporte.com)

A Grécia levava perigo nos chutes de fora e foi quem teve a melhor chance com Torosidis. O jogo virou uma partida de ataque contra uma sólida defesa helênica. Kagawa entrou durante o segundo tempo, mas nada mudou. O Japão até criava, mas seus atacantes não estavam inspirados. Final de jogo: 0x0. Ambos os times possuem apenas 1 ponto e precisam da vitória e uma combinação de resultados para se classificarem.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s