No UFC 173, TJ Dillashaw conquista cinturão vencendo e convencendo

O americano derrotou o então campeão dos galos, o brasileiro Renan Barão, por nocaute técnico no quinto round

Lucas Pinto Ferreira

TJ Dillashaw surpreendeu todos em Las Vegas ao derrotar o brasileiro Renan Barão. (Foto: Getty Images)

TJ Dillashaw surpreendeu todos em Las Vegas ao derrotar o brasileiro Renan Barão. (Foto: Getty Images)

Após uma impressionante série de defesas de títulos e uma sequência de 32 vitórias consecutivas, o combate contra TJ Dillashaw daria a chance para Renan Barão se tornar uma das estrelas da atualidade no mundo do MMA; porém, o lutador americano, cria do The Ultimate Fighter – reality show que promove lutadores para o UFC – surpreendeu em uma performance verdadeiramente espetacular. No card principal do UFC 173 TJ Dillashaw, cujo cartel no MMA consta em 10 vitórias e 2 derrotas após o último combate, foi o melhor combatente dentro do octógono durante toda a luta e não deu chances para que o brasileiro Renan Barão, cujo cartel no MMA agora consta em 32 vitórias e 2 derrotas, revidasse.

O embate poderia ter terminado logo no primeiro assalto após Dillashaw conseguir derrubar Barão e tentar uma finalização bem defendida pelo brasileiro. Mas mesmo após seu oponente conseguir sobreviver ao primeiro round, Dillashaw nunca hesitou, usando ângulos únicos, velocidade e trabalho de pés para confundir Renan Barão e mantê-lo acuado. O americano também demonstrou muita força em seus golpes para atacar o agora ex-campeão, atingindo seu rosto com contundência e derrubando-o mais vezes ao longo da luta.

Um lutador outrora desconcentrado e que lutava com fúria demais, TJ Dillashaw mostrou maturidade na luta pelo cinturão, deixando a raiva de lado mas continuando intensivo e com muita habilidade, ele dominou o então campeão brasileiro, foi metódico e não deixou que sua luta se tornasse um replay do primeiro combate entre Anderson Silva e Chael Sonnen. Pelo contrário, após ser superior em todos os rounds Dillashaw coroou sua noite no quinto assalto, onde conectou um chute alto no rosto de Renan Barão e um soco no mesmo local, derrubando o brasileiro e começa uma sequência de golpes pelo alto enquanto seu oponente continua no chão. O árbitro então interrompeu a luta e deu a vitória por nocaute técnico para Dillashaw.

Cormier assombra Hendo. Lawler, Mizugaki e Krause vencem nas outras lutas do card principal

O americano Daniel Cormier finalizou seu compatriota Dan Henderson com um mata-leão no terceiro round numa luta onde Cormier foi dominante através de derrubadas e do ground and pound. James Krause foi vitorioso por meio de um nocaute técnico, dado pelo árbitro por conto de uma lesão em Jamie Varnier. Ao final de três rounds Takeya Mizugaki derrotou Francisco Rivera por decisão unânime; já Robbie Lawler venceu Jake Ellenberger por nocaute técnico no terceiro round.

No card preliminar: Michael Chiesa foi o vencedor sobre Francisco Massaranduba; Tony Ferguson derrotou Katsunori Kikuno; Chris Holdsworth venceu Chico Camus; Mitch Clarke foi o vitorioso contra Al Iaquinta; Vinc Pichel conquistou sobre Anthony Njoukani; Sam Sicilia venceu Aaron Phillips e, por último, Jinglian Li venceu Danny Michaud.

No dia 31 de maio em Berlim ocorrerá o próximo evento do UFC, que terá como principal atração a luta entre Mark Muñoz e Gegard Mousasi pelos pesos médios. Na mesma noite em São Paulo será realizado outro evento com as finais do The Ultimate Fighter Brasil 3, de Vitor Miranda contra Antônio Carlos “Cara de Sapato” e de Márcio Lyoto contra Warrley Alves, como centro das atenções.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s