Quinta rodada surpreende Corinthians, que é derrotado na Arena

Santos também perde “em casa”, enquanto São Paulo de Ganso e Palmeiras do jovem goleiro Fábio vencem

Edward Júnior

Arena linda, torcida presente, resultado inesperado. (Foto: Sérgio Gandolphi)

Arena linda, torcida presente, resultado inesperado. (Foto: Sérgio Gandolphi)

Seria impossível destacar um acontecimento mais relevante nessa quinta rodada do Brasileirão que não a surpreendente derrota corinthiana na inauguração da Arena de Itaquera. O Corinthians, que desde 2002 não jogava em sua casa própria – a última partida em território corinthiano foi um amistoso contra o Brasiliense, vencido por 1 a 0, na Fazendinha – estreou o estádio novo com um revés inacreditável para o Figueirense, equipe até então lanterna e com nenhum tento anotado em quatro jogos. Giovani Augusto foi o autor do histórico gol, que mantem o Corinthians com oito pontos conquistados, na oitava posição.

Outro paulista a ficar estacionado foi o Santos, que, mandando seu jogo em Cuiabá, viu a “lei do ex” funcionar mais uma vez. André, revelado pelo clube e com duas passagens pela baixada santista, anotou dois gols e virou o jogo para o Atlético Mineiro. O gol santista foi marcado por Cícero, que não deve continuar na baixada, devido sua pedida salarial muito elevada.

Ganso comemora um de seus gols no Maracanã. (Foto:Getty Images)

Ganso comemora um de seus gols no Maracanã. (Foto: Getty Images)

São Paulo e Palmeiras salvaram a rodada paulista com duas vitórias fora de casa. Ganso marcou dois e o tricolor do Morumbi passou com tranquilidade por um desarrumado Flamengo, que estreava o técnico Ney Franco. Já o Palmeiras foi à Bahia e venceu o Vitória com um gol de Marquinhos Gabriel. O destaque da partida foi Fábio, jovem goleiro da Academia de Futebol que fez defesas importantes e assume a vaga deixada após a contusão de Fernando Prass.

Inter se torna líder com empate fora e Cruzeiro supera a ressaca de Libertadores

Maestro D'alessandro luta, mas Inter não sai do zero. (Foto: Getty Images)

Maestro D’alessandro luta, mas Inter não sai do zero. (Foto: Getty Images)

O Internacional de Abel Braga arrancou um empate na casa do Criciúma, mesmo sem Aranguíz, que já defende a seleção chilena em preparação para a Copa. A equipe gaúcha criou mais e teve chances de vencer a partida, mas parou em um bem fechado Criciúma. A vitória elevou o Inter à líder do Campeonato Brasileiro, com 11 pontos, um a mais que o segundo, o Cruzeiro.

A equipe celeste, aliás, teve trabalho para vencer o Coritiba em casa, mas teve também brio e mostrou que briga pelo bicampeonato, apesar da decepção pela eliminação da Libertadores. A partida marcou a volta de Alex ao Mineirão, após dez anos que o ídolo cruzeirense não pisava no estádio que será um dos palcos da Copa do Mundo.

Grêmio e Goiás, respectivamente, completam o G4, ambos com os mesmos 10 pontos cruzeirenses. O Z4 é formado por Criciúma, Figueirense, Coritiba e Chapecoense.

A partir da próxima rodada, todos os estádios que serão usados para jogos ou como centro de treinamento das seleções que disputarão a Copa do Mundo, já estarão à disposição da FIFA, o que deve acarretar em mandos de campo de diversas equipes em estádios no interior do Brasil.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s