Atlético de Madrid vence de virada e vai à final da Champions em Lisboa

Time espanhol domina taticamente Chelsea de Mourinho e volta à final da Liga dos Campeões depois de quatro décadas

Edward Júnior

Diego Costa comemora segundo gol colchonero. (Foto: Reuters)

Diego Costa comemora o gol da virada colchonera. (Foto: Reuters)

O Atlético de Madrid despachou um decepcionante Chelsea na segunda partida da semi-final entre as equipes, disputada nessa última quarta-feira. Os colchoneros de Madrid venceram os Blues por 3 a 1 e alcançam a final sem saber o que é uma derrota. Os últimos invictos da edição atual da Champions fizeram um jogo seguro e consciente, apesar do primeiro gol da partida ter sido anotado por Fernando Torres. A alegria azul durou até os 43 minutos do primeiro tempo, quando Adrián, aposta de Simeone, anotou o primeiro gol da equipe vermelho e branca.

A partir do gol de Adrián, nada mais deu certo para os Blues. A falta de capacidade para construir jogadas – que já era evidente antes mesmo do primeiro gol – ficou ainda mais escancarada pela insistência em lançamentos longos dos volantes azuis para o solitário Fernando Torres. Sem a possibilidade de remontar o “ônibus azul”, Mourinho lançou Eto’o na partida, que contribuiu decisivamente para o resultado final cometendo um penalti em Diego Costa, convertido pelo atacante instantes depois.

Com ataque impotente, composto porTorres e Eto'o, o Chelsea acabou eliminado. (Foto: Reuters)

Com ataque impotente, composto porTorres e Eto’o, o Chelsea acabou eliminado. (Foto: Reuters)

O golpe final da equipe de Simeone não tardou. Em jogada de Juanfran, Arda Turan aproveitou rebote de seu próprio cabeceio e fechou o caixão londrino. Sem qualquer opção de mudança tática, Mourinho apenas assistiu sua equipe, desesperada, esbarrar em Courtois, jovem arqueiro emprestado ao Atlético pelo próprio Chelsea.

Final histórica contra o Arquirrival

Acusado de "retranqueiro", Mourinho terá de refletir sobre suas convicções. (Foto: Reuters)

Acusado de “retranqueiro”, Mourinho terá de refletir sobre suas convicções. (Foto: Reuters)

Lisboa nunca foi tão Madrilenha quanto será na noite de 24 de Maio, quando receberá as duas maiores equipes da capital espanhola, que jogarão pela final da Liga dos Campeões. A partida, que desde já é histórica, será a primeira final do maior torneio interclubes do Mundo realizada por dois times da mesma cidade.

O Real Madrid, levemente favorito para o embate, terá apenas o desfalque de Xabi Alonso, suspenso pelo terceiro cartão amarelo. Ilarramendi é o substituto natural, enquanto o brasileiro Casemiro vira opção imediata para a posição.

Com um elenco limitado e brigando em duas frentes pelo “doblete” mais fantástico da sua história, o Atlético de Madrid contará com a equipe completa para a final, isso, é claro, se não houver nenhuma lesão durante as últimas três rodadas do Campeonato Espanhol.

Carismático, Simeone montou um "time de Libertadores" para conquistar a Europa. (Foto: Reuters)

Carismático, Simeone montou um “time de Libertadores” para conquistar a Europa. (Foto: Reuters)

A próxima partida dos comandados de Simeone já é no próximo domingo, contra o Levante, na casa do adversário. Uma vitória nessa partida e outra na próxima, transformarão o Atlético em campeão antecipado de La Liga, após 18 anos de espera.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s