Ituano vence o Santos e é bicampeão paulista

Nos pênaltis, time de Itu traz o título paulista para o interior depois de dez anos

Renan Iazdi Dercoles

O Ituano se sagarou bi campeão do paulista ao vencer o Santos nos pênaltis. (Foto: Léo Pinheiro/Futura Press/IG)

O Ituano se sagarou bi campeão do paulista ao vencer o Santos nos pênaltis. (Foto: Léo Pinheiro/Futura Press/IG)

Superando todas as previsões, o Ituano conquistou o campeonato paulista pela segunda vez. O time do interior venceu a garotada santista nos pênaltis após perder o jogo de volta por 1×0.

Com mania de grandeza, o time de Itu se superou durante todo o paulistão, roubou a vaga do Corinthians no grupo B, eliminou o Botafogo-SP nas quartas, o Palmeiras na semi final e venceu o Santos na final, levando seu segundo titulo estadual e o primeiro contando com os grandes times do estado. O Ituano começou com uma campanha fraca e com um elenco contestado por muitos e terminou com alguns jogadores disputados para o brasileirão desse ano. O Paulistão contou com uma média de publico de 5.675 pessoas por jogo, o Corinthians com 14.978 e o Palmeiras com 14.490 tiveram as maiores médias do campeonato, o jogo com maior público foi o segundo jogo da final, com 38.043 pessoas no Pacaembu e o com menor público foi Oeste x Ituano na primeira fase com apenas 32 pessoas!

O jogo

Logo no inicio da partida, o jogo já dava indícios de que seria truncado, nos primeiros cinco de minutos de jogo já tinham sido cometidas cinco faltas, o time do interior mostrava que iria se aproveitar da vantagem conseguida e apelar pra atrasar o jogo santista e segurar o resultado, porém, o time do litoral, mesmo jovem não caiu na estratégia do Ituano.

O time de Itu apareceu mais forte do que o Santos e foi melhor até os 30 minutos de jogo, principalmente com as bolas paradas de Anderson Salles, sendo que a mesma bola parada foi a primeira grande chance do Santos no primeiro tempo, aos 31 minutos Vágner defendeu uma falta perigosa e aos 34 minutos uma bola de Damião com o peito em uma defesa impressionante. Nessa altura do jogo, o time santista já dominava a partida e aos 44 minutos, após Alemão dar um carrinho por trás de Cícero, que recebeu a bola em impedimento na área, o juiz marcou pênalti, o lance polêmico permitiu ao mesmo jogador que perdeu um pênalti no primeiro jogo pegar a bola e assumir a responsabilidade fazendo 1×0 para o time grande, gol que levou a finalíssima para as penalidades.

No começo do segundo tempo, Thiago Ribeiro, que já havia reclamado de dores no inicio do jogo, voltou a reclamar e acabou saindo para a entrada de Rildo, o jovem atacante santista começou bem e levou perigo em algumas jogadas, chegando a quase marcar duas vezes e deixando os jogadores do Santos na cara do gol por mais duas.

Vágner defendeu pênalti cobrado por Neto e se consagrou como um dos heróis do título. (Foto: Marcos Ribolli/ globoesporte.com)

Vágner defendeu pênalti cobrado por Neto e se consagrou como um dos heróis do título. (Foto: Marcos Ribolli/ globoesporte.com)

Com a partida indo para os pênaltis, a pressão começou a pesar para os dois times, o time do litoral com a pressão de bater um time menor numa final de campeonato, e o Ituano buscando bater o time campeão de 5 dos últimos 10 estaduais; o Ituano começou mal perdendo logo a segunda cobrança com o melhor batedor do time, o Santos só foi errar a quarta, levando toda a pressão para o mata-mata que durou 8 rodadas de cobranças até o erro de Neto em fácil defesa de Vágner que acabou sendo o herói da conquista do Ituano e dando uma esperança para todo o interior.

 

 

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s